29 setembro 2010

Sobre Lisboa nos filmes

Estream em breve dois filmes em que a cidade de Lisboa será retratada. O Filme do Desassossego de João Botelho e Os Mistérios de Lisboa de Raoul Ruiz. Não sei ainda da qualidade de ambos e, dada a sua duração (272 minutos!) dificilmente verei, para já, o do chileno, mas creio que está a faltar um certo filme sobre a cidade de Lisboa. Não aquele que mostra a luz da cidade, as suas travessas e vielas, o seu fado e a ideia canonizada das suas gentes, que isso já temos muito. Um que mostre a Lisboa dos engarrafamentos e da forma como os carros tornam a nossa vida imposível; a Lisboa dos centros comerciais em cada esquina; a Lisboa dos magotes de gente que enchem esses centros comerciais ao Domingo porque não há muito mais que fazer; a Lisboa dos SUV's que passam a alta velocidade pela mendicidade constante; a Lisboa das tias, dos freeks, dos geeks e dos yupies; a Lisboa das pessoas que esbanjam todo o seu dinheiro a crédito; a Lisboa do Rossio deserto às nove da noite e a Lisboa dos milhares que enchem os transportes públicos ao fim da tarde quando gostavam era de poder viver na cidade; a Lisboa ultra-urbana e provinciana, cosmopolita e retrógrada, futurista e saudosista.

Para quando um filme desses?

4 comentários:

Luís A. disse...

escreve o guião que eu filmo :)

Ricardo Martins disse...

É engraçado, devemos fazer telepatia, pois ainda há dias estava a falar com umas pessoas em como faltavam filmes sobre Lisboa, da forma que falas, e não em versão postal turístico que está sempre a ser impingida nos programas e nos filmes sobre fado.

Miguel Domingues disse...

Luis: É quando quiseres!

Ricardo: É a tanga por exemplo, que o Wim Wenders nos deixou!

Hugo disse...

se quiseres ideias de "estórias" eu dou...olha que uma coisa estilo "nova escola de berlim" cairia que nem um relâmpago e assentaria que nem uma luva