31 julho 2007

É esta a homenagem que eles merecem?

"Saraband" poderá ser visto a partir da meia-noite, "Profissão: Repórter" passa às 00h15 e "Blow Up" às 00h30, nos dias 02, 03 e 04 de Agosto, no cinema King, em Lisboa.




Se a Cinemateca dedicar grande parte da sua programação de Setembro aos dois cineastas, falar-se-à de repetições constantes? De oportunismo? Ou perceber-se-à que a repetição, a visão e a partilha são as únicas formas de homenagem que fazem sentido?

3 comentários:

7Olhares disse...

sem dúvida. Desde 30 Julho de 2007 o mundo ganhou mais dois imortais. e a imortalidade ganharam-na com a obra. essa quanto mais for vista e sentida, melhor se servirá a memória dos dois.

Ricardo Martins disse...

Bem, eu já disse isto a várias pessoas - acho que no dia em que um canal da televisão portuguesa desse Bergman ou Antonioni em horário nobre a seguir ao telejornal; creio que no dia seguinte haveria uma revolução em Portugal. Mas é uma quimera, um sonho insano... seria preciso um mudar de mentalidades radical nos gananciosos dirigentes da televisão para tal acontecer.

H. disse...

A Cinemateca costuma homenagear os mortos, não é nada de excepcional... Nem me ocorre comparar isso ao oportunismo dos cinemas Medeia nesta semana, Miguel, lamento discordar. É certo que nestas alturas talvez se sinta mais a necessidade de recordar, mas acho que o objectivo - ao contrário das homenagens da Cinemateca - é acima da "partilha" do filme, o lucro...